AMOR-EXIGENTE Setembro/2017 {revistae PRINCÍPIO APOIADOR

Colaboração: Claudio Nero Lugo

Suplente Regional Porto Alegre/RS

 

9º PRINCÍPIO – Grupo de Apoio; Na comunidade, as famílias precisam dar e receber apoio

 

O ser humano é sensível às pressões dos grupos sociais a que pertence. É mais inteligente o que utiliza isso a seu favor: pertencendo a grupos de ideais em comum aos seus, será autorizado a agir, orientado, empoderado, estimulado, protegido e ajudado até alcançar suas vitórias. É preciso ser criterioso na seleção, ao aderir a um grupo, pois todos esperam retribuição em troca de apoio. Nem sempre clara ou Justa.

 

Grupo de Apoio é o lugar onde se reaprende a dialogar. Você é visto, é ouvido, é compreendido e se torna capaz de ver, ouvir e compreender. Ao se engajar num grupo de apoio a pessoa sente diminuir a sua carência, medo, impotência e vergonha. O grupo passa a ser um referencial de equilíbrio, lugar de aconchego onde não é preciso vestir máscaras, ocultar ou mentir para se sentir melhor ou se proteger. O grupo serve de espelho, no qual cada pode se ver, pois os membros, geralmente, já passaram ou estão passando por dificuldades similares. Dá as mãos, sugere novos rumos, modera os impulsos, acompanha o sucesso de seus membros, transforma-se em família, mostra que as grandes modificações são produto de pequenas, sucessivas e constantes mudanças. Deve-se ter paciência, empatia e compreensão, enquanto estimula a ação, a assertividade e o confronto respeitoso.

 

Destaque especial para o Grupo de Apoio de Amor-Exigente. Lugar onde se recebe muito mais do que se dá. E a retribuição fica a critério da gratidão individual. Onde se aprende e se pratica o método de análise e solução de problemas do AE. Onde exercitamos muito mais:

. O código de ética – Sigilo e respeito à pessoa humana;

. Adoção do AE para mim em vez de aplicá-lo em outrem;

. Aceitar minha história de vida;

. Reconhecer e partilhar sentimentos;

. Reavaliar meus valores;

. Aceitar os próprios limites;

. Estimular a criatividade;

. Descobrir necessidades de mudanças;

. Avaliar o Plano de Ação antes de tomar atitudes;

. Partilhar metas pessoais, dificuldades e progressos;

. Desenvolver o autoconhecimento e a autoconfiança;

. Alcançar e preservar a sobriedade;

. Não aceitar sentimentos de culpa, julgamentos ou caça a culpados;

. O AE ajuda na fixação de limites, na tomada de atitudes e na precipitação da crise. Também no controle da crise, dando coragem para preservar e atingir o objetivo;

. Ajuda a desenvolver uma Fé cheia de entrega e de esperança.

 

 

1ª. SEMANA / Princípio com enfoque EU

. Com quais grupos de apoio eu conto? Quem são?

. Como me ajudam?

. Quando me ajudam?

 

 

2ª. SEMANA / Princípio com enfoque EU e o OUTRO

. Dentre os que convivem comigo, de quem me proponho ser apoio?

. Como ser apoio deles, em quê?

. Quando posso ajudar?

 

 

3ª. SEMANA / Princípio com enfoque EU e a SOCIEDADE

. A que outros tipos de grupos sociais eu tenho acesso e posso influir?

. Como posso ser apoio?

. É quando?

 

 

4ª. SEMANA / Rever nossos princípios ÉTICOS:

Notificar a FEAE sobre eventuais situações incompatíveis com o Programa Amor-Exigente. Na família, solucionar pelo diálogo amplo as situações incompatíveis com sua cultura ou proposta de vida.

 

Ao invés de julgar, excluir ou punir, a sociedade tem um poderoso instrumento: o diálogo amplo, envolvendo a todos interessados e prejudicados, na busca da tolerância ou da correção de comportamentos inaceitáveis. Às vezes são necessárias autoridades respeitadas pelas partes envolvidas para arbitrar como juízes, ou administrar o diálogo amplo, como poderes moderadores.

 

. Já lhe ocorreu situação incompatível com o Programa do AE?

. E em relação à proposta de vida da sua família?

. Como agiu diante deles?

 

 

ESPIRITUALIDADE

 

DEUS

 

Eu lhe consagro minhas atividades na presente reunião deste grupo. Olhai para o Amor-Exigente e para todos que aqui se reúnem. Eu lhe apresento minha pessoa em doação, pedindo humildade, habilidade e talento. Peço que abençoe a nossa mente, dando-nos sabedoria e inteligência para sermos apoios seguros. Abençoe Senhor os gestos e expressões que eu usar e também todas as pessoas com quem eu falar.

 

Livrai as pessoas deste grupo das doenças e dos atos desonestos, mentirosos, invejosos e que tramam maldades. Envie sobre nossa mente o seu Espírito Santo de paz, coragem e sabedoria, para ajudar cada um a ver e realizar as metas melhor indicadas às necessidades individuais. Prometo esforçar-me para fazer o melhor e, ao final desta reunião, quero lhe agradecer.

 

 

Este encarte especial é parte integrante da REVISTAE, publicação mensal da FEAC – Federação de Amor Exigente

Jornalista Responsável: Patrícia Medeiros (MTB 0066511/SP) / Projeto Gráfico: Biancheti Propaganda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s